Arena do Pavini
  • Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que ganham acima de um salário mínimo terão seus benefícios reajustados em 6,58% este ano. O índice foi oficializado em portaria do Ministério da Fazenda publicada hoje no Diário Oficial da União. A portaria também traz o novo teto previdenciário, que passou de R$ 5.189,82, em 2016, para R$ 5.531,31, este ano.

    Para quem pensa em se aposentar, é bom lembrar que hoje são poucos os que conseguem o teto da aposentadoria pelo fator previdenciário, que permite pedir a aposentadoria após 35 anos de contribuição. Apenas os que cumprem a regra 85/95, que estabelece a soma da idade com os anos de contribuições de 85 anos para mulheres e 95 anos para homens podem conseguir o teto.

    Mas essa regra deve ser extinta pela reforma da Previdência proposta pelo governo. Quem não tiver o direito adquirido para requerer a aposentadoria, ou seja, 35 anos de contribuição, terá de cumprir as regras de transição da reforma, que tornarão

    Leia mais »from Aposentadoria acima de um mínimo subirá 6,58%; teto passa a ser de R$ 5.531,31
  • Título público rende até 53% em 12 meses e supera ações

    Quem imaginaria aplicar em renda fixa e ter um rendimento de 53% em 12 meses? Foi o que aconteceu com quem comprou um título do governo no Tesouro Direto no começo de 2016 e ficou com ele até agora. O título é uma NTN-B, corrigida pela inflação, mais conhecida hoje como Tesouro IPCA+, com juros pagos no fim e vencimento em 15 maio de 2035. Só nos últimos 30 dias, esse papel se valorizou 11,69%. E outros papéis também deram ganhos dignos de um investimento em ações. A NTN-F, prefixada, que hoje se chama Tesouro Pré Juro Semestral, com vencimento em 1° de janeiro de 2025, acumulou em 12 meses ganho de 44,68%.

    Mas de onde vêm esses ganhos se esses papéis pagam juros de 5,70% ao ano no caso da NTN-B 2034 e de 11,30% na NTN-F prefixada? A resposta é a forma como são calculados os valores desses títulos. Eles são vendidos com desconto sobre seu valor de face, de acordo com os juros. Quanto maior o juro, maior o desconto sobre o valor de face que será pago ao investidor no vencimento final. E

    Leia mais »from Título público rende até 53% em 12 meses e supera ações
  • O ano de 2016 foi difícil até para os gestores tradicionais de multimercados, que tiveram ganhos extraordinários em 2015 graças à alta do dólar e dos juros, mas sofreram no ano passado para repetir o desempenho. A forte oscilação dos mercados, que fez o Índice Bovespa passar de menos de 40 mil pontos para mais de 65 mil, e a eleição de Donald Trump nos EUA quando tudo parecia entrar nos eixos por aqui, surpreendeu os que esperavam um movimento mais linear. Mas a maioria conseguiu superar o juro diário do CDI acumulado no ano, de 13,94%.

    Levantamento feito com a ferramenta de fundos do sistema Economática revela que, de uma amostra de 103 fundos multimercados com patrimônio acima de R$ 20 milhões e que afirmam aceitar investimentos de varejo, 66 renderam mais que o CDI no ano até 30 de dezembro.

    E alguns foram muito bem, como o XP Long Biased, um fundo pequeno da gestora da XP que acumulou ganho de 78,18% em 2016 e 94,5% desde 2015, um pouco até fora da curva. Um pouco do seu ganho se

    Leia mais »from Os fundos multimercados que “mitaram” em 2016; rendimentos de até 78%
  • A limita??o da perman?ncia do cliente no rotativo do cart?o de cr?dito a 30 dias, depois do que a d?vida seria transformada em um parcelamento com taxas menores e prazo definido pelo devedor, deve reduzir a inadimpl?ncia do setor, informou a Associa??o Brasileira das Empresas de Cart?es (Abecs). Em nota, a entidade informou que a medida, anunciada hoje pelo presidente Michel Temer, permitir? ao consumidor controlar melhor o or?amento dom?stico e a comprometer menor parte da renda mensal com parcelas.

    A medida foi muito mal explicada durante a coletiva de imprensa de hoje pela manh?. O presidente destacou a meta de reduzir os juros pela metade no in?cio do ano que vem, mas n?o deixou claro que estava criando um limite de prazo para o cr?dito rotativo, e que obrigar? os bancos a refinanciar a d?vida ap?s 30 dias. Hoje, os bancos fazem esse refinanciamento quando o cliente pede ou deixa de pagar por j? estar em dificuldades pois a d?vida j? cresceu demais, ou seja, quando j? est? com a

    Leia mais »from D?vida do rotativo do cart?o vai virar financiamento ap?s 30 dias para reduzir custo
  • O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, anunciou hoje, em Brasília, medidas para tornar o crédito mais barato, aumentar a educação financeira, modernizar a legislação e tornar o sistema financeiro mais eficiente. As ações integram a Agenda BC + que poderão ser acompanhadas pela sociedade.

    “Não são necessariamente medidas de curto prazo. São ações, não são pacotes. A nossa busca é gerar benefícios sustentáveis para a sociedade”, disse.

    Crédito mais barato

    Uma das medidas para reduzir o custo do crédito está relacionada ao depósito compulsório, recursos que os bancos são obrigados a deixar depositados no BC. Segundo Goldfajn, a medida não visa reduzir ou aumentar o volume de recursos recolhidos ao BC, mas diminuir gradualmente a complexidade operacional, o que leva a custos menores. A ideia é unificar e simplificar alíquotas e prazos. Goldfajn destacou que ao reduzir os custos, o crédito fica mais barato para os clientes bancários.

    Goldfajn também citou medidas já anunciadas pelo

    Leia mais »from BC anuncia projeto para baratear o crédito, aumentar a educação financeira e fortalecer bancos
  • O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki disse hoje que vai trabalhar durante o recesso da Corte para analisar os 77 depoimentos de delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht que chegaram nesta manhã ao Supremo. As férias dos ministros começam hoje, e os trabalhos serão retomados na primeira semana de fevereiro.

    “Vamos trabalhar. Nós vamos seguir, não examinei o material, mas vamos seguir o que a lei manda. Em face dessa excepcionalidade, nós vamos trabalhar”, disse o ministro, após a última sessão deste ano, realizada nesta manhã.

    O ministro disse que ele, seus juízes auxiliares e os servidores do gabinete vão trabalhar durante o recesso para fazer a análise das delações para que o material possa estar pronto para ser homologado em fevereiro, na volta do recesso. Sobre as críticas recorrentes de demora da Corte em analisar processos penais, Teori disse que “seu trabalho está em dia”.

    “Eu tenho em torno de cem inquéritos sobre matéria penal em meu gabinete.

    Leia mais »from PGR envia 77 depoimentos da Odebrecht ao Supremo e Teori promete trabalhar no recesso
  • O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou hoje que o governo estuda flexibilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), permitindo o uso de parte dos recursos para o pagamento de dívidas. Segundo Meirelles, a questão será definida amanhã, antes do anúncio previsto de medidas de estímulo à economia.

    “Estamos estudando, sim, a questão do FGTS, se é realmente justificável e quais os impactos econômicos de se permitir que o trabalhador use uma parcela para pagar dívidas de alto custo. Toda essa relação de medidas será discutida e decidida amanhã com o presidente da República. A mesma coisa em relação à regularização de débitos tributários”, declarou, referindo-se à possibilidade de novo Refis, programa que facilita o pagamento de dívidas das empresas com o Fisco.

    Hoje, o trabalhador só pode sacar o FGTS em caso de demissão sem justa causa, para a compra da casa própria, por aposentadoria, doença grave, desastre natural ou se ficar três anos sem registro. A liberação deve

    Leia mais »from Meirelles confirma estudo para liberar FGTS para trabalhador quitar dívidas e novo Refis
  • Tesouro Direto aumenta horário de resgate de títulos federais

    O Tesouro Direto, sistema de negociação via internet de títulos públicos federais, anunciou hoje a mudança nas regras para resgate dos papéis. A partir do dia 3 de dezembro, sábado, o investidor poderá vender seus títulos ao Tesouro das 9h30 às 5 horas da manhã do dia seguinte, o mesmo horário das compras. Antes, só era possível revender os papéis das 18h10 às 5 da manhã, o que criava problemas para alguns investidores. “A mudança é muito positiva, pois incrementa a liquidez do Tesouro Direto”, afirma Fabricio Tota, gerente de home broker da Socopa Corretora.

    Segundo ele, a exigência de vender somente depois das 18h10 era um pouco incômodo. “Os investidores reclamavam que faziam as operações no trabalho ou esqueciam de fazer a operação”, diz. Além disso, o investidor perdia oportunidades ao longo do dia quando havia flutuações das taxas. “Mas para o grande público, a maior vantagem é a liquidez a qualquer hora do dia”, diz. Assim, o Tesouro Direto vai passar a informar das 9h30 às 5 da

    Leia mais »from Tesouro Direto aumenta horário de resgate de títulos federais
  • As aplicações em previdência privada seguem crescendo neste ano. Em setembro, elas atingiram R$ 7,43 bilhões, um crescimento de 13,96% sobre o mesmo mês do ano passado. Com isso, o terceiro trimestre fechou com um total aplicado de R$ 26,07 bilhões, valor 24,02% maior em relação ao mesmo período de 2015 e o melhor desempenho trimestral do ano. No segundo trimestre, o crescimento havia sido de 18,54% e, no primeiro, de 5,75%.

    No acumulado dos nove meses do ano, os aportes brutos em previdência privada aberta alcançaram R$ 78,04 bilhões, 16,4% mais que no mesmo período do ano passado, quando as contribuições somaram R$ 67,06 bilhões.

    Resgates cresceram 14,4% no ano

    Já os resgates cresceram 14,43% no ano, acumulando R$ 39,16 bilhões, ante R$ 34,22 bilhões de janeiro a setembro. Os resgates acompanham a necessidade de recursos da população em meio à crise financeira e de desemprego.

    Captação líquida cresceu 47% em setembro

    Com isso, a captação líquida, que desconta os resgates, foi de R$ 3,51

    Leia mais »from Aplicações em previdência privada aberta crescem 24% no 3º tri e 16% no ano, diz Fenaprevi
  • Artigo: Cooperativas de Crédito como alternativa para um bom planejamento financeiro.

    Quando falamos em planejamento financeiro, estamos sempre em busca de equacionar orçamentos familiares e também traçar estratégias de quanto, como e onde guardar com segurança nossas economias visando uma aposentadoria tranquila.

    Nesse processo, é comum entrarem em pauta reflexões sobre endividamento bancário e seus custos, com objetivo de vislumbrar alternativas mais baratas para se livrar de juros altos como do cheque especial. Ou também discussões sobre quais produtos financeiros são mais adequados ao meu perfil.

    Na maioria destas análises, focamos nas alternativas que os tradicionais bancos e corretoras oferecem. Orientamos a sair de dívidas com juros altos, parcelar o cheque especial em uma linha mais barata, aplicar neste ou aquele produto, e acabamos não considerando as vantagens de se utilizar as instituições financeiras cooperativas como uma alternativa. As cooperativas de crédito, como são mais conhecidas, podem ajudar muito neste processo de planejamento financeiro, pois

    Leia mais »from Artigo: Cooperativas de Crédito como alternativa para um bom planejamento financeiro.

Paginação

(796 histórias)