Blogs de Finanças

  • Os investidores gostaram da primeira vitória do presidente interino Michel Temer junto ao Congresso com a aprovação dos parlamentares da nova meta fiscal para 2016 e, às 11 horas, o Índice Bovespa tinha ganhos de 1,35%, para 50.011 pontos. A revisão das contas públicas autoriza o governo federal a fechar o ano com um déficit primário de até R$ 170,5 bilhões.

    No horário, as ações dos bancos se recuperavam das perdas de ontem. Os papéis preferenciais (PN, sem voto) do Itaú Unibanco subiam 1,13%, Bradesco PN, 1,51%, as ações ordinárias (ON, com voto) do Banco do Brasil, 4,32%, e as units (recibos de ações) do Santander, 0,11%. BB caiu forte no pregão anterior com o fim do fundo soberano. O fundo tem R$ 2,3 bilhões em papéis da instituição estatal e uma venda apressada derrubaria suas cotações. Além disso, o mercado está atendo à possibilidade de oBNDES também vender parte de sua carteira, o que teria impacto sobre diversos papéis.

    Ainda no setor bancário, o Diário Oficial da União publicou

    Leia mais »from Com nova meta fiscal, Ibovespa volta aos 50 mil pontos; dólar recua para R$ 3,56
  • Em nota divulgada pela presidência do Senado na manhã de hoje, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) assegurou que as conversas – divulgadas pela Folha de S.Paulo nesta quarta-feira, com o ex-presidente da Transpetro (subsidiária da Petrobras) Sérgio Machado – não têm relação com a Lava Jato e afirmou que é “hábito” receber pessoas que o procuram. Nos diálogos divulgados pelo jornal, o senador defende mudanças na lei que trata de delação premiada de forma a impedir que um preso se torne delator. Esse procedimento é o mais usado nas investigações da Operação Lava Jato.

    “Os diálogos não revelam, não indicam, nem sugerem qualquer menção ou tentativa de interferir na Lava Jato ou soluções anômalas. E não seria o caso porque nada vai interferir nas investigações”, destacou o texto assinado pela assessoria de imprensa da presidência do Senado.

    Em um dos trechos das conversas divulgados pela reportagem, Machado sugere a Renan “um pacto”, que seria “passar uma borracha no Brasil” e cita o Supremo

    Leia mais »from Após divulgação de conversas, Renan diz que diálogos não têm a ver com Lava Jato
  • Mendes envia à PGR segundo pedido de abertura de inquérito contra Aécio

    O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) o segundo pedido de abertura de inquérito contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) feito pela própria procuradoria. O ministro determinou que seja dada vista ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

    Na semana passada, Mendes foi designado pelo presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, como relator do segundo pedido. A escolha do ministro foi feita depois que o também ministro do STF, Teori Zavascki, relator dos processos relativos à Operação Lava Jato no STF, pediu à presidência do Supremo que o novo pedido fosse redistribuído, por entender que não tem relação com a Lava Jato.

    Leia mais notícias sobre corrupção >

    O segundo pedido de abertura de inquérito é relativo ao conteúdo da delação premiada do senador cassado Delcídio do Amaral. Janot citou, além de Aécio Neves, o deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) e o ex-deputado e atual prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes

    Leia mais »from Mendes envia à PGR segundo pedido de abertura de inquérito contra Aécio
  • Meirelles diz que anuncia amanhã medidas para redução do gasto público

    O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje que o governo vai anunciar uma série de medidas focadas na redução do gasto público. “A ideia é um plano de voo, com medidas que tenham efeitos plurianuais e impactos permanentes. Não estamos focando apenas no resultado deste ano”, disse, em discurso proferido durante seminário promovido pela revista Veja, em São Paulo.

    O plano, que envolverá ações que dependem da aprovação do Congresso Nacional, deverá ser anunciado amanhã, segundo o ministro. “Estamos dando uma linha que, sendo aprovada pelo Congresso, nós tenhamos uma grande segurança”, ressaltou, sobre as medidas que visam reduzir o déficit público e retomar o crescimento econômico.

    “Esperamos que haja um fortalecimento, uma volta da confiança das famílias e dos empresários, que se dará em uma retomada das atividades, do emprego, do investimento e, por consequência, da arrecadação tributária”, acrescentou.

    O controle de despesas primárias e financeiras, “com foco na eliminação da

    Leia mais »from Meirelles diz que anuncia amanhã medidas para redução do gasto público
  • A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira a 29ª fase da Lava Jato, Operação Repescagem, que cumpre seis mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro e Recife. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba em investigação de crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva e ativa envolvendo verbas desviadas da Petrobras.

    Um dos investigados, João Cláudio Genu, foi assessor do ex-deputado federal José Janene e tesoureiro informal do PP. Genu foi, juntamente com Janene, denunciado na Ação Penal 470, do Supremo Tribunal Federal – conhecida como Mensalão – acusado de sacar cerca de R$ 1,1 milhão em espécie das contas da empresa SMP&B Comunicação, controlada por Marcos Valério Fernandes de Souza, para repassar a parlamentares federais do Partido Progressista.

    Leia mais notícias sobre a Operação Lava-Jato >

    À época do Mensalão, Genu foi condenado

    Leia mais »from Nova fase da Lava Jato envolve assessor do PP que sacou R$ 1,1 milhão em dinheiro
  • Reportagem diz que Jucá sugeriu pacto para deter Lava Jato

    Reportagem do jornal Folha de S.Paulo afirma que o senador Romero Jucá teria sugerido a um aliado um pacto para deter o avanço da Operação Lava Jato, que investiga desvios de recursos da Petrobras para partidos e políticos. O jornal teve acesso a gravações com diálogos do atual ministro do Planejamento com o ex-dirigente da Transpetro Sérgio Machado, ligado ao PMDB. Em um deles, Jucá afirma que “tem que mudar o governo para poder estancar essa sangria”, segundo o jornal.

    As declarações devem criar problemas para o presidente interino Michel Temer, que tem em Jucá um de seus principais articuladores políticos e econômicos. Hoje, Temer, Jucá e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, devem levar a proposta de revisão do orçamento para este ano ao Congresso. Para a MCM Consultores, a conversa não chega a ser mortal para Jucá, mas representa um risco para o novo governo, pelo envolvimento do ministro na Lava Jato. Além disso, a gravação revela uma disputa entre alas do PMDB e que parte do

    Leia mais »from Reportagem diz que Jucá sugeriu pacto para deter Lava Jato
  • A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje a Operação Janus. Todas as medidas judiciais estão sendo cumpridas em Santos (SP). No total, são quatro mandados de busca e apreensão, duas conduções coercitivas e cinco intimações. Entre os investigados está o sobrinho da primeira mulher, já falecida, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Taiguara Rodrigues dos Santos.

    Ele é dono de uma empresa de construção civil de pequeno porte com sede em Santos e foi contratado pela Odebrecht para a realização de obras complexas em Angola entre 2012 e 2015. De acordo com a investigação, apenas por seus serviços nas obras de reforma do complexo hidrelétrico de Cambambe, a empresa recebeu R$ 3,5 milhões, diz a PF. As medidas cumpridas hoje têm como meta esclarecer quais razões para a Odebrecht ter celebrado os contratos. A obra, contratada pelo governo socialista de José Eduardo dos Santos, recebeu do BNDES financiamento que totalizava US$ 464 milhões.

    Santos é sobrinho de Maria de Lourdes da Silva,

    Leia mais »from Ação da Polícia Federal envolve sobrinho de ex-mulher de Lula e contratos da Odebrecht
  • A criação de hábitos virtuosos na vida financeira tem o poder de mudar fortemente nossa qualidade de vida no presente e no futuro. Nesse sentido, a planejadora financeira Maria Angela de Azevedo Nunes explica que a tarefa é mesmo difícil, uma vez que nossa capacidade de análise é limitada. Ela participou da Terceira Semana Nacional de  Educação Financeira, promovida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e por entidades do mercado financeiro e dos ministérios do Trabalho e Educação.

    Para ela, os primeiros passos de um planejamento de sucesso estão em poupar, definir objetivos e escolher os melhores instrumentos de investimento de acordo com as suas necessidades. “Fazer um orçamento, por exemplo, é libertador e um bom hábito, e bons hábitos viram virtudes”, completa.

    Economista participante do Grupo de Estudo e Trabalho em Psicologia Econômica (GET-PE) e da Associação Internacional de Pesquisa em Psicologia Econômica (Iarep, na sigla em inglês), Maria Angela também é sócia da

    Leia mais »from Conheça seis situações que podem prejudicar suas finanças e como evitá-las
  • O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), disse hoje que o déficit primário pode ficar na casa dos R$ 150 bilhões. Ele deu a declaração após a reunião de senadores dos partidos aliados com o presidente interino Michel Temer no Palácio do Jaburu.

    Segundo Cunha Lima, na próxima segunda-feira, o governo enviará ao Congresso Nacional a meta fiscal revisada. “Os números ainda estão sendo apurados, mas já há possibilidade de falarmos de um déficit que passa da casa dos R$ 150 bilhões. A situação fiscal do país é mais grave do que o pior cenário que se imaginava e isso será devidamente informado à população”. De acordo com o senador, o rombo nas contas públicas, tudo indica, é muito maior do que se imagina.

    Leia mais notícias sobre ajuste fiscal >

    O líder tucano informou que o valor de R$ 150 bilhões é uma estimativa. “Pode ser maior ou menor que esse valor. A revisão da meta é para ampliar esse déficit já previsto de R$ 96 bilhões”.

    Cássio Cunha Lima acrescentou que a revisão da meta

    Leia mais »from Líder do PSDB diz que déficit primário pode superar os R$ 150 bi este ano
  • Depois da polêmica ausência de mulheres no ministério do presidente interino Michel Temer, agora é a vez dos sindicalistas reclamarem. Na chegada para participar da primeira reunião do grupo de trabalho com representantes de centrais sindicais e do governo para discutir a Previdência Social, o presidente da Força Sindical, deputado Paulinho da Força (SD-SP), lamentou o fato de, ao montar sua equipe ministerial, Temer ter “esquecido” de representantes da classe trabalhadora. Ele também apresentou os pontos que considera intocáveis no caso de uma eventual reforma no setor.

    “Os trabalhadores não estão no ministério do Temer, foi montado um ministério e os trabalhadores foram esquecidos”, disse Paulinho, no Palácio do Planalto, momentos antes de participar da reunião com os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e com representantes de órgãos federais ligados à Previdência, Fazenda, Trabalho e Planejamento. O sindicalista apontou alguns riscos que o

    Leia mais »from Paulinho diz que Temer “esqueceu” dos trabalhadores no ministério e alerta para risco de oposição

Paginação

(50 histórias)