Blogs de Finanças

  • Confira 7 dicas para quem perdeu o emprego e 7 para quem tem medo de perder

    Dizem que recessão é quando seus amigos perdem o emprego. E que depressão é quando você perde o seu. À parte o humor negro, a piada descreve bem o impacto emocional da demissão sobre a maioria das pessoas, e que pode ir do choque inicial até a depressão, atingindo não só o empregado, mas também a família. Uma forma de reduzir esse impacto e seus efeitos, inevitáveis, já que todos os empregados estão sujeitos, mais cedo ou mais tarde, a ter de partir para novos desafios, o primeiro deles, encontrar  uma nova vaga, é estar preparado financeiramente para o imprevisto.

    Leia mais notícias sobre planejamento financeiro >

    Uma boa reserva financeira ajuda, assim, não só a pagar as contas enquanto se busca um novo emprego, mas também a aliviar o impacto psicológico da perda de renda e da incerteza com o futuro. E dá mais estabilidade emocional para a pessoa procurar com calma uma nova colocação, explica Vinícius Azambuja, educador financeiro da Novi Soluções Financeiras. Outras providências, como

    Leia mais »from Confira 7 dicas para quem perdeu o emprego e 7 para quem tem medo de perder
  • Empresário diz que doações legais ao PT foram pagamento de propina

    O engenheiro Zwi Skornicki, preso na 23ª fase da Operação Lava Jato, disse hoje que as empresas Keppel Fels e Technip fizeram doações eleitorais registradas ao Partido dos Trabalhadores (PT) como parte da propina acertada por contrato firmado com a Petrobras para construção da plataforma P-56. Skornicki prestou depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, em acordo de delação premiada celebrado com o Ministério Público Federal (MPF).

    A afirmação foi feita quando Moro perguntou a Skornicki como eram feitos os repasses de dinheiro ao PT. “Na P-56, como houve doações legais da propina, teve a participação do Frédéric Delormel [presidente da Technip], que organizou como fazer essas doações legais ao partido”, relatou o engenheiro, que é representante no Brasil do estaleiro Keppel Fels.

    Leia mais notícias sobre corrupção >

    Em 2002, a Technip e a Keppel Fels se uniram em um consórcio, a FSTP, que venceu, no ano seguinte, a licitação da Petrobras para a construção das

    Leia mais »from Empresário diz que doações legais ao PT foram pagamento de propina
  • Temer: BC tem “plena autonomia” para definir taxa de juros

    Após repercussão no mercado financeiro da declaração do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, de que o presidente interino, Michel Temer, vê com “bons olhos” a redução da taxa básica de juros da economia (Selic), a Secretaria de Comunicação da Presidência da República divulgou uma declaração de Temer para esclarecer seu posicionamento sobre o assunto.

    “O Banco Central (BC) tem plena autonomia para definir a taxa de juros. A política monetária tem como prioridade combater a inflação e este é o objetivo central do meu governo”, disse Temer, segundo a assessoria do Palácio do Planalto. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, que define a taxa básica de juros, está reunido hoje e pode anunciar mudanças na Selic.

    Mais cedo, Padilha disse em entrevista coletiva que Temer vê “com bons olhos” a redução da Selic, mas que a palavra final é do BC. “Se analisarmos todos os indicadores, vamos ver que os economistas do Brasil estão mostrando que teremos forçosamente uma queda nos juros.

    Leia mais »from Temer: BC tem “plena autonomia” para definir taxa de juros
  • TSE divulga limites de gastos de campanha para eleições deste ano

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje os limites de gastos de campanha que poderão ser feitos por candidatos a prefeito e a vereador nas eleições deste ano. A informação foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico.

    Para o cargo de prefeito, o município que tem o maior limite de gasto de campanha é São Paulo. Segundo o TSE, no primeiro turno, os candidatos a prefeito da capital paulista poderão gastar pouco mais de R$ 45 milhões. No segundo turno, o valor cai para pouco mais de R$ 13 milhões. Em 3.794 municípios os gastos estão limitados a até R$ 108 mil.

    Os candidatos a vereador também precisam ficar atentos ao teto do valor que poderá ser usado. Para os que concorrem a esse cargo, o maior limite está previsto para Manaus, previsto em mais de R$ 26.689 milhões. O valor para estes 3.794 municípios ficará em R$ 10.803,91.

    As regras para os limites de gastos estão previstas na Lei das Eleições. Na tabela publicada nesta quarta-feira estão os valores atualizados, que levam em

    Leia mais »from TSE divulga limites de gastos de campanha para eleições deste ano
  • Artigo: O Verbo, a Verba e um Projeto de Nação

    Ensinar, cuja etimologia latina remete a “insignare”, ou seja, gravar alguma coisa em alguém, deixar uma marca; e Educar, do latim, “educare”, conduzir para fora, ou direcionar, levar de um lugar ao outro, são duas palavras que usamos indiscriminadamente, ora como sinônimos, ora como referenciais à importância da formação cultural e intelectual de nossas crianças e adolescentes.

    O fato é que são complementares. Ensinar resulta na sensação da descoberta, do entendimento, da informação relevante, o início da formação do conhecimento. Educar, por sua vez, é permitir que esse conhecimento produza uma nova dimensão, prática ou intelectual, e alterar o estado inicial do indivíduo, levando-o para  outro patamar,  outro lugar mais proveitoso e fértil. Ensinar e Educar têm complementariedade e igual importância.

    São variadas as definições dos objetivos possíveis da educação, desde, como cita o sociólogo Marcelo Burgos, formar indivíduos dotados de autonomia cognitiva e intelectual ou formar

    Leia mais »from Artigo: O Verbo, a Verba e um Projeto de Nação
  • Cinco dicas para driblar a crise e conquistar uma vaga

    No olho do furação, o Brasil enfrenta atualmente uma das piores crises econômicas de sua história, justamente em um momento em que o mercado internacional também passa por solavancos. E, na esteira dessa corrida frustrada pelo crescimento, o mercado de trabalho brasileiro amarga dados alarmantes.

    De janeiro a maio, 448.011 postos de trabalho foram fechados no país, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Só em maio, foram cortadas 72.615 vagas de empregos formais e a tendência é de mais demissões do que contratações.

    Diante dessa realidade, muitos profissionais desempregados se veem confusos sobre seus próximos passos. Afinal, vale a pena apostar em uma especialização em um período tão complicado? O quanto do seu esforço poderá, de fato, ser revertido em um novo emprego? Essa fase deve ser vista como uma oportunidade?

    Para o sócio da empresa especializada em recursos humanos 2GET, Ricardo Amatto, o momento deve ser explorado para uma autoavaliação. De acordo com

    Leia mais »from Cinco dicas para driblar a crise e conquistar uma vaga
  • O brasileiro está mais otimista em relação à economia. De acordo com pesquisa do Instituto Datafolha, a população demonstra mais confiança na queda da inflação, na manutenção do emprego e no aumento do poder de compra. Esse otimismo é o maior registrado desde dezembro de 2014.

    A pesquisa foi realizada nos dias 14 e 15 deste mês. Em comparação com fevereiro de 2016, houve uma melhora em cinco dos sete indicadores do chamado Índice Datafolha de Confiança (IDC). Esse índice chegou a 98 pontos na última pesquisa, 11 a mais do que o registrado em fevereiro. No final de 2014, o IDC foi de 121 pontos.

    A economia do Brasil no governo Temer é vista positivamente, em comparação com a percepção relativa fevereiro, quando a presidente Dilma Rousseff ainda não havia sido afastada. Houve aumento de 34 pontos na expectativa de avanço da situação econômica do país. Se, no segundo mês do ano, esse item obteve 78 pontos, agora chegou a 112 pontos.

    Preferência por Temer

    A tendência favorável à gestão do

    Leia mais »from Datafolha: brasileiro está mais otimista com economia; Lula perde de todos em 2º turno
  • A Justiça do Rio deferiu o pedido da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para estabelecer a aprovação prévia da própria agência a eventual transferência do controle societário das empresas Oi S/A e Telemar Norte Leste S/A e troca dos membros do Conselho de Administração da companhia. A decisão também aborda a cessão de outorga das empresas em recuperação judicial para eventual alienação, oneração e substituição de seus bens reversíveis.

    A decisão vem no momento em que há uma disputa pelo controle da Oi. Um grupo de acionistas liderado pelo empresário Nelson Tanure, dono da Docas e que hoje controla também a empresa de petróleo HRT, quer substituir os conselheiros da Pharol, antiga Portugal Telecom. Entre os indicados por Tanure está o ex-ministro das Comunicações e presidente da HRT, o jornalista Hélio Costa. Tanure costuma comprar empresas em dificuldades para recuperá-las e esteve envolvido em situações polêmicas como a disputa com o Bradesco pelo Banco Boavista e a compra

    Leia mais »from Justiça decide que transferência de controle da Oi deve ter aprovação da Anatel
  • A decisão da Receita Federal, de incluir as perguntas e respostas das principais dúvidas dadas pelo órgão nas normas da regularização de ativos no exterior vai facilitar os processo de adesão à anistia, afirma Ricardo Russo, superintendente de câmbio do Banco Ourinvest. Pelo Ato Declaratório Interpretativo 05, de 11 de julho, as explicações passam a valer como procedimentos aprovados pela Receita para a regularização. deve facilitar regularização de ativos. “Havia muitas dúvidas de clientes, bancos e advogados e a Receita fez um perguntas e respostas para esclarecer tudo, mas ainda assim o mercado tinha medo de fazer algo errado”, explica Russo. Agora, com o Ato Declaratório, as perguntas e respostas passam a fazer parte da norma que prevê a regulamentação dos ativos no exterior.

    Comitê para regularização

    A medida deve incentivar ainda mais a procura pela regularização dos ativos, acredita Russo, que diz receber dezenas de consultas de interessados em colocar a vida no exterior em ondem.

    Leia mais »from Ourinvest: norma da Receita deve facilitar regularização de ativos no exterior
  • Moro defende no Supremo que inquérito contra Lula siga em Curitiba

    O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, defendeu hoje, no Supremo Tribunal Federal (STF), a continuidade das investigações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na primeira instância da Justiça Federal em Curitiba. Em manifestação enviada à Corte, o juiz afirmou que uma decisão do ministro do STF Teori Zavascki autorizou a continuidade das investigações contra Lula na 13ª Vara Federal, chefiada por ele (Moro).

    A manifestação foi motivada por um pedido de informações feito pelo presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, que analisa liminar solicitada pela defesa de Lula. Os advogados pedem liminarmente que toda a investigação contra o ex-presidente da República volte a tramitar no STF porque os parlamentares citados em diálogos com Lula têm foro privilegiado e, por isso, só podem ser julgados pela Corte.
    Em função das investigações, os telefones de Lula foram grampeados após decisão do juiz. O ex-presidente é investigado por suspeita de irregularidade

    Leia mais »from Moro defende no Supremo que inquérito contra Lula siga em Curitiba

Paginação

(50 histórias)