Update privacy choices
Finanças

Em gabinete de Jair Bolsonaro, mulheres recebem os menores salários

Yahoo Finanças
( Renato S. Cerqueira/Futura Press)

Uma das principais polêmicas envolvendo o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) diz respeito à diferença salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho. O candidato declarou, em diversas ocasiões, que é contra a diferença, mas que não cabe ao presidente debater esse ponto, já que ele já é vetado pela CLT.

Há dois anos, no entanto, o candidato chegou a dizer que “não empregaria [homens e mulheres] com o mesmo salário”. Em seu gabinete, segundo a coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, os maiores salários do gabinete do político são pagos a funcionários do sexo masculino.

A coluna que Pedro Cesar de Souza e Telmo Broetto possuem um rendimento mensal de R$ 15.022,32, valor muito acima do que é recebido por Miqueline Matheu, Nayara Correia e Bianca Santos. Elas recebem, respectivamente, R$ 1.706,55, R$ 2.141,90 e R$ 2.832,66.

É importante ressaltar que a escolha de quem ocupará cada um dos cargos  – com salários mais baixos ou mais altos – no gabinete é Bolsonaro.

303 Reações

Leia também