Update privacy choices
Finanças

Colegas doam ‘folgas’ para professor com câncer

Yahoo Finanças
(Pixabay)

Colegas de trabalho de Robert Goodman, um professor do ensino médio de Palm Beach, na Flórida, decidiram doar seus dias de licença para que o homem pudesse finalizar um tratamento médico. Goodman, de 56 anos, luta contra um câncer de cólon desde o mês de abril.

O professor precisava de 20 dias de licença para continuar seu tratamento sem descontos no salário. O número de dias definidos por lei já tinha sido utilizado. Ele decidiu então pedir ajuda pela internet.

Em uma postagem no Facebook, ele explicou que já havia usado os 38 dias a que teria direito e pediu doações de dias de licença médica – algo permitido em alguns estados dos EUA – para que pudesse entrar com um pedido de afastamento médico por mais 12 semanas. A resposta foi surpreendente.

“Não acreditei que isso iria acontecer tão rapidamente. Educadores de todo o país me contataram para doarem seus dias de licença, até mesmo professores da Florida Atlantic University”, afirma o professor, em entrevista à CNN.


Com o apelo, Goodman conseguiu 75 dias de licença, mais de três vezes o número que precisava. Não fiquei surpreso em ver professores doando, eles já são acostumados a isso. Quando um deles precisa de ajuda, todos sempre se organizam. Ver alunos compartilhando histórias em que os influenciei positivamente foi uma ótima maneira de me lembrar por que escolhi ensinar, além do motivo pelo qual mal posso esperar para voltar”, declarou o professor.

Reações

Leia também