Update privacy choices
Finanças

Bolsonaro é o primeiro candidato a superar R$ 1 milhão em vaquinhas virtuais

Yahoo Finanças
(Gilberto Soares/Futura Press)

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) se tornou nesta semana o primeiro presidenciável a arrecadar mais de R$ 1 milhão por financiamento coletivo pela internet, as famosas vaquinhas virtuais. No início da semana, a vaquinha do candidato registrava R$ 1.017.328 vindo de 9.698 doadores.

Entenda

As vaquinhas virtuais representam uma tentativa de evitar a arrecadação ilegal de dinheiro. Permitida por lei desde o dia 15 de maio, ela foi dividida em duas etapas. A primeira delas, iniciada em julho, permitiu a doação de dinheiro à plataforma dos partidos, negando a segunda, iniciada em 16 de agosto, foi feita diretamente para os candidatos. O PSL, partido de Bolsonaro, arrecadou R$ 359,1 mil no primeiro período e R$ 655,8 no segundo.

Quem recebe mais?

Depois de Bolsonaro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) arrecadou R$ 752 mil em 7,636 doações. Logo depois, João Amoêdo (Novo) conseguiu arrecadar R$ 482.500 em 4.493 doações. A candidata Marina Silva (Rede) conseguiu uma quantia de R$ 268.135 dividida em 2.116 doações, seguida por Ciro Gomes (PDT), que arrecadou R$ 122.113 com 1.454 doações.

O candidato Guilherme Boulos (PSOL) reuniu R$ 40.863 dividido em 323 doações, Álvaro Dias (Podemos) obteve R$ 24.873 em 139 doações e Cabo Daciolo (Patriota) obteve R$ 7.150,26 com 118 doações. Entre os que menos receberam dinheiro com as vaquinhas estão João Goulart Filho (PPL), que obteve R$ 2.950,00 em apenas 12 doações e Vera Lúcia (PSTU), que arrecadou R$ 2.035,00 com 19 doações.

Veja também

Candidatura de Lula lidera arrecadação de pessoas físicas

Já conhece a vaquinha eleitoral? Sem doações de empresas, candidatos partem para o eleitor comum

97 Reações

Leia também